Ia começar esse post falando da importância de devs manterem blogs contando experiências e compartilhando conhecimento com toda comunidade. Mas você já deve ter notado isso lendo posts ou vendo tutoriais em páginas como a do Alberto Leal, Nando Vieira, Pothix, entre tantos outros…

Comunicar-se é um requisito chave para membros de times de desenvolvimento e uma forma de praticar isso é escrevendo. Por mais simples que um assunto seja para você, com certeza alguém vai se beneficiar da sua explicação ou opinião. Esse post mostra um jeito simples e rápido de subir uma página pessoal/blog usando sua própria conta do Github: o Github Pages. Por que este caminho? Pois assim vamos utilizar várias ferramentas triviais de um desenvolvedor como Markdown, Ruby Gems e sua conta no Github, é claro.

Vamos começar?

Pré Requisitos Antes de tudo, estou assumindo que você já tenha uma conta no Github e uma versão de Ruby e da gem Bundler instalados e prontos na sua máquina. Se você tem dúvidas sobre como fazer tudo isso, o Code Saga pode te ajudar :) Instalando o Jekyll Apesar do Github Pages suportar páginas HTML estáticas, vamos usar o Jekyll para produzir nosso conteúdo. O Jekyll vai nos entregar de forma instantânea features como categorias, permalinks e posts organizados. Sua instalação é simples: gem install jekyll Navegue para seu diretório de trabalho (no meu caso ~/workspace) e execute o seguinte:

  jekyll new blog
  cd blog
  jekyll serve

Pronto! Agora você pode entrar no diretório e subir o server embarcado do Jekyll para ver seu blog rodando localmente em http://localhost:4000.

Blog recém criado via Jekyll

Configurando seu Github Pages

Ok. Temos nosso blog rodando localmente, mas o objetivo aqui é publicá-lo usando o serviço Pages do Github. Então acesse sua conta e crie um novo repositório com o nome seu_nome_de_usuario.github.io.

Criando um repositório com o padrão: nome_de_usuario.github.io Criando um repositório com o padrão: nome_de_usuario.github.io

Você terá um novo repositório remoto criado no Github.  Vamos voltar para o diretório onde criamos o blog. Primeiro mate o processo jekyll serve com um ctrl c.

Agora vamos iniciar um repositório Git local e adicionar o remote.

git init
git remote add origin

Então basta fazer o primeiro commit/push :)

git add .
git commit -am 'Commit inicial do meu blog'
git push origin master

Pronto! Acesse a URL do seu Github Pages (nome_de_usuario.github.io) que seu blog já está no ar.

Escrevendo posts

Como disse no começo desse post, vamos usar Markdown para criar nossos posts. Acho Markdown uma opção muito interessante por ser simples, leve e utilizada em várias situações como o Readme de projetos no Github, por exemplo. Um tutorial que indico para quem está começando é o Markdown Basics, do Github.

Um post em Jekyll é simplesmente um arquivo .markdown dentro da pasta _posts. Você pode abrir o arquivo _posts/-welcome-to-jekyll.markdown e usá-lo como exemplo. No topo do arquivo temos o YAML Front Matter.

Nele definimos alguns parâmetros como layout, título e categorias do post. Em seguida temos o texto do post, simples assim. Para criar um novo post basta criar um novo arquivo e seguir a convenção do YAML Front Matter no início e o conteúdo em seguida. Por exemplo: touch _posts/2015-12-05-um-novo-post.markdown

Conteúdo do arquivo:

---
layout: post
title: "Novo post em Jekyll"
categories: jekyll noticias
---

Este é um novo post em Jekyll.

Mais uma vez, basta fazer o commit/push e o post estará disponível em seu blog :)

Configurações gerais

Informações gerais como título do blog, descrição e links para seu Github ou Twitter são definidas através do arquivo _config.yml presente na raíz do diretório.

Utilizando domínios customizados

Caso você tenha um domínio próprio e queira utilizá-lo em seu blog, a configuração é bem simples. Na raiz do diretório, crie um arquivo chamado CNAME e dentro dele inclua uma única\ linha com a URL que deseja utilizar. Faça um novo commit/push para enviar a configuração para o Github.

Agora basta atualizar suas entradas DNS no serviço que gerencia seu domínio. Você deve inserir duas entradas do tipo A apontando para 192.30.252.153 e 192.30.252.154 e uma entrada do tipo CNAME apontando seu domínio com www para a URL gerada pelo Github. No caso do exemplo abaixo, as configurações foram feitas diretamente no Registro.br. Apontamento feito no Registro.br para minha Github Page Apontamento feito no Registro.br para minha Github Page

Conclusão

De forma bem simples e rápida temos um blog no ar utilizando o ótimo serviço gratuito oferecido pelo Github Pages. É claro que você vai querer customizar seu blog e a documentação do Jekyll vai te ajudar bastante. É isso!

Bons posts para vocês!

E compartilhem por aqui os blogs que criarem :)

Logo Campus Code

Gostou desse conteúdo? Você pode aprender muito mais programando ao lado do João Almeida e de outros desenvolvedores nos treinamentos do Campus Code. Nossos programas incluem os conteúdos mais pedidos pelo mercado como Ruby on Rails, Git, TDD, práticas ágeis, HTML 5, CSS e SQL.

Comentários